O populismo do centro

Ouve-se muitas vezes que o centro político é a arte do compromisso e da responsabilidade. Ora, nada mais errado, o centro é a ausência de política e a desistência do conflito. O centro é aceitar aquilo que nos é dado e achar que tem que ser assim sem pensar muito. É aceitar o Euro, o Tratado Orçamental, o TTIP, o CETA em pensar no que são e nas suas implicações sócio-económicas. É fazer campanha pelo conformismo do está tudo bem enquanto estiver assim. É recusar aceitar mudanças porque podem ser difíceis e adiar os confrontos porque não estamos dispostos a sacrifícios. É aceitar que receber refugiados é um perigo. É discordar de medidas para o fim da descriminação social, económica, sexual, racista para não causar tumultos

No fundo, o centro é simplesmente fazer andar o barco consoante quem grita mais alto. Por essa razão, o centro não passa de puro populismo.

Leave a Comment

Filed under Hipocrisias

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *